A dor de vê-la sentindo dor.




Se eu sou a favor das vacinas? Não. O Estado investe na criação dos medicamentos para curar problemas causados pela falta de alimentação, higiene, rede de esgotos, educação e pela falta de prevenção adequados. Pra mim, é abafar o sintoma sem combater as causas. Alice é tratada com Homeopatia, e sua pediatra também não é a favor de todas as vacinas, porém aqui no Brasil é lei, e eu sigo o calendário obrigatório. Só que deixei atrasar (propositalmente) a vacina dos dois meses, então prestes a completar seu 3º mês de vida Alice tomou hoje a vacina do 2º mês.

Mas não é sobre ser a favor ou não que eu vim falar hoje. Alice está tendo algumas reações à vacina e só agora eu percebi que eu não estou – e nunca vou estar – preparada para vê-la sentir dor. Dei os remédios orientados pela Homeopata antes da vacinação achando que ela dificilmente apresentaria qualquer sintoma, mas me enganei e não está sendo bem assim.

Quando tomou a Sabin e a Rotavírus que são orais, ela simplesmente vomitou TUDO. Tendo assim que tomar novamente. Depois foi a vez da Tetra e da Hepatite. Alice chorou, chorou sentida, mas por pouquíssimo tempo. Coloquei ela no peito e o choro passou rapidamente, inclusive ficou brincando e dando risada pra mim e para a enfermeira. Tomou todas as vacinas no Posto e fomos muito bem tratadas, inclusive a enfermeira que aplicou a vacina ficou aguardando um pouco para ver qualquer possível reação e nos explicou o que era normal e o que não era. Passou o telefone e pediu que eu ligasse caso tivesse qualquer dúvida ou notasse qualquer diferença preocupante.

Chegamos em casa e eu já percebi o quanto ela tinha mudado. Estava bem quietinha, cara de dor e só queria saber de colo. Porém mamou e logo dormiu e dormiu bastante, durante umas 2:30 h. Mas quando acordou, acordou gritando, berrando, vomitou um monte e cada vez que eu colocava ela na cama ela chorava mais e mais, visivelmente com dor e incômodo. Fiquei desesperada, nunca tinha visto Alice chorar tanto. Alice é bem calma e vê-la assim foi desesperador. Fico sozinha com ela e comecei a chorar junto com ela.

Depois de respirar fundo percebi que alguém aqui precisava ficar calma e transmitir essa calma para ela. Então lavei o rosto, respirei fundo mais uma vez e comecei a raciocinar, ficar calma e assim acalmá-la também. Mas é horrível vê-la assim e não poder fazer absolutamente nada a não ser esperar. É um sentimento horrível, de impotência. Ver sua filha incomodada, com dor e não poder fazer mais nada. E aí eu percebi o quanto as coisas não são sempre como nós gostaríamos, o quanto não adianta planejar tudo, algumas coisas simplesmente não estão ao nosso alcance e não temos o poder de controlar tudo o quanto gostaríamos. O que dói nela, dói muito mais em mim. Só não imaginava que seria tanto assim. Ser mãe é realmente ter o coração fora do peito.

Agora Alice está mais calma. Estou aqui, ao lado dela, observando qualquer movimento. Tenho a sensação de que ela está mais calma, está com uma carinha um pouco melhor, está gemendo bem menos, parou de chorar, está menos assustada. Daqui um ou dois dias ela, provavelmente, nem lembrará do ocorrido, mas eu vou. Vai ficar marcado cada detalhe, cada angústia, cada medo que senti ao vê-la assim. É difícil demais vê-la assim e não poder fazer nada a não ser dar muito amor, muito carinho, muito beijo, muito cuidado e ter muita paciência... Deveria ser proibido à uma mãe ver a filha desse jeito. Mas ninguém disse que seria fácil, né?

* Imagem retirada daqui.

7 comentários:

Carina Ferreira disse...
4 de outubro de 2011 16:42

Deveria Yahhh ser proibido.Essas reações são muito chatinhas, nessa hora o melhor é tentar manter a calma e oferecer o colinho. Por aqui Malu estava com uma virose de repente começou uma febre. É de cortar o coração vê-los assim. Realmente não é nada fácil. Melhoras para pequena.
Bjs

Rafaella disse...
4 de outubro de 2011 17:03

Da uma dó dos pequenos...
Essas reações sao terriveis...
Que ela volte a ficar mais calminha, que essas dores passem..
Ah se pudessimos sentir as dores por eles...
bjos

Mamãe da Alice disse...
4 de outubro de 2011 20:41

é Yah essas vacinas são dificies mesmo.. a de 4 meses são as mesmas..
A minha Alice não teve reação mas a de 2 meses ela ficou bem chatinha chorona e com a perninha inchada fico com o coração na mão.. maaaaaaas é como vc mesmo disse PACIÊNCIA, Ser mãe é praticar a PACIÊNCIA!
Passa logo, e daqui a pouco ela ja fica calminha de novo ta?
Fica tranquila pra passar segurança pra ela!!
Beeijos

Débora Nunes disse...
5 de outubro de 2011 22:53

Yahhé um momento super dificil né?
Quando a Clara estav com 3 meses ficou doentinha e teve que colher sangue e tomar medicação na veia! Imagina a minha dor de ter que segura-l pra ver as efermeiras colhendo o sangue e aplicando a medicação? Ela chorava tanto e eu não podia seuqer pega-la pra conforta-la!!! Meu coração ainda dói de lembrar! Ela chorou tanto que quando terminaram peguei ela no colo e ela dormiu!!!
Esse é um dos momentos mais dificeis pra nós, mães!
Queria um milhão de vezes senir a dor no lugar dela!!!

Bjus...
http://amaecoruja.blogspot.com/

Camí Espíndola disse...
6 de outubro de 2011 16:18

Aiii que dor no coração, Yaah :( Augusto tem reagido bem às vacinas, chora um pouco na hora da picada e logo para.. a molenga da história sou eu né!? Que fecho os olhos pra não ver a aplicação, que peço pro noivo ir lá ao invés de mim.. só quem é mãe entende a dor de ver o seu pequeno sofrendo :x Que bom que ela já está mais calminha *-*

Beeeijos

Cris Bispo disse...
17 de outubro de 2011 23:03

Míriam toma muitas vacinas na rede particular pq são vacinas mais modernas, dão menos reação e as enfermeiras costumam ser mais atenciosas. Sei que nem todos podem, mas tem que pode e nem sabe disso. :(

♥ Lila ♥ disse...
2 de novembro de 2011 05:43

Olá Yasmim, adorei conhecer o seu blog. Quanto texto interessante. Voltarei por aqui para ler mais e mais...
Abraços,
Lila

Volver al inicio Volver arriba Mamãe no País das Maravilhas | Design e programação por Design Burguês | Mantido por Yasmin Scanarare.