E como fica a vaidade?


Durante a gravidez, a grande maioria das mulheres tendem a ficar vaidosas, a exibir a barriga com orgulho. A pele fica mais bonita, os cabelos e realmente mulheres grávidas tem uma luz natural, uma coisa meio mística, acho que é a felicidade que toma conta e a gente acaba transparecendo isso. Claro que eu engordei, fiquei inchada, mas mesmo assim eu me sentia bonita na maior parte dos dias. O problema é que a gravidez acaba e aí vem o depois...

A falta de uma rotina estabelecida, as noites mal dormidas, o cansaço, todo tempo dedicado ao bebê, a falta de organização e de horários. Somado a isso tem também a preguiça, a falta de dinheiro... Enfim, por uma série de fatores muitas vezes acabamos deixando nós mesmas de lado e nos dedicando apenas a ser mãe. Esquecemos do resto, esquecemos do mundo lá fora, fora do circulo da maternidade... E por mais que a rotina nos esgote, fisicamente e emocionalmente, não podemos esquecer que além de mãe somos filhas, mulheres, namoradas... Precisamos sim de um tempo para nós...

Confesso que sempre fui vaidosa, no meu caso, peco pelo excesso na verdade. A minha aparência sempre foi algo que me preocupou bastante. Não que seja maluca, não é isso, mas gosto de me arrumar, de estar sempre apresentável, de me sentir bem. Durante a gravidez, não foi diferente. O medo mesmo era do pós parto, da falta de tempo de que todos me falavam, do cansaço, da preguiça... Não tinha idéia se daria conta de cuidar de um bebê, de manter a casa em ordem e ainda ter tempo para dedicar a mim mesma.

Mas quando a gente quer, a gente sempre arranja um tempinho, um jeitinho, não é? E por incrível que pareça, até que estou me virando bem... Nas primeiras semanas foi um pouco difícil, mas agora acho que as coisas já entraram no eixo. Nunca fui muito organizada, mas aprendi que se eu quisesse ter tempo para fazer tudo o que eu tenho vontade, eu teria que me programar. Claro que alguns dias a preguiça bate forte e a minha única vontade é ficar deitada com a Alice e não fazer nada o resto do dia... Mas na maior parte dos dias eu tenho conseguido me cuidar sim. Aprendi administrar o tempo e as horinhas que sobram eu consigo cuidar da casa, cuidar de mim, me dedicar ao Scrapbook - que eu adoro - e ainda postar no blog.

Agora que Alice já acorda praticamente todos os dias no mesmo horário, eu sempre coloco o despertador para 1hr antes e consigo fazer bastante coisa nesse tempo. Dou uma geral na casa, e uma geral em mim. Meu primeiro cuidado diário comigo é sempre estar de banho tomado, roupa apresentável e passo um hidratante. Esse é o meu primeiro ritual, faz com que eu esteja pronta para o resto do dia. Estou sempre arrumadinha, nem que seja para ficar dentro de casa. Além de eu me sentir melhor, também estou sempre prevenida para visitinhas surpresas ou para sair de casa.

Além disso tenho o cuidado de estar com as unhas sempre feitas. Antes da Alice nascer elas estavam sempre compridas e coloridas. Agora nem sempre consigo mantê-las assim, como não tenho mais todo tempo do mundo, as vezes o esmalte vermelho acaba ficando velho, descascado e com cara de descuido total. Então hoje em dia eu mantenho as unhas em um comprimento razoável e com um esmalte claro, que é mais fácil de manter. A cutícula continua sendo feita semanalmente, nem que para isso eu tenha que ir dormir um pouco mais tarde.

E o meu maior medo de todos era não voltar ao meu corpo de antes. Eu sou neurótica com peso, prontofalei! Nunca fui magrela, mas também estou longe de ser gordinha. Tenho 1,57m e sempre pesei 50 kg. Normal, porém eu sempre fui muito encanada com o peso, com meu corpo. Sempre fiz dieta, sempre quis emagrecer, adoro corpo de modelo, acho lindo, acho elegante, acho o máximo alouca. Porém não nasci assim e sei que jamais terei esse perfil. Durante a gravidez, tive o cuidado de me alimentar bem e corretamente para não engordar demais... Cheguei no final da gestação com 6 kg a mais e me sentindo muito bem. Juro que não fiz dietas malucas e nem passei fome, apenas mantive o controle, nunca pensei em comer por duas... Só me controlei. Se quisesse comer um doce, comia, mas sempre um pedaço, evitando os excessos, evitando refrigerante...

Já saí da maternidade com o peso de antes. Hoje estou mais magra ainda. Acho que é o resultado de uma combinação de amamentação + péssima alimentação. A barriga ainda não voltou completamente, mas até que está bem. Não tive nenhuma estria, mas a barriga fica mais flácida, inevitavelmente. Sei que provavelmente jamais terei o corpo de antes, meu quadril ficou mais lardo, meus seios vão mudar... São as marcas da gravidez, normal. Mas 2012 chegou e com ele a minha vontade de voltar a me sentir melhor com o meu corpo, portanto começo o ano voltando para a academia. Não tenho pressa, sei que as mudanças virão com o tempo, somos meras mortais... O que eu não quero é me esquecer, me deixar pra lá...

Não, não acho que a gente precisa dar uma de louca e querer emagrecer  todo e qualquer custo. Nem acho que temos que ser extremamente vaidosas e colocar essa vaidade acima de tudo... A gente não precisa colocar a vaidade acima da saúde, não é isso... O que eu acho é que todas nós temos sim que ter um tempo para gente, deixar nossos filhos com os pais, com as avós, com alguém que nos ajude e ter tempo de tomar um banho decente, de 20/30 minutos, termos tempo de passar um creme e relaxar... Precisamos fazer um esforcinho sim, mandar a preguiça embora e ter esse momento do dia para nós mesmas, pra gente poder descansar, colocar a cabeça no lugar e se sentir bem com a gente mesmo, porque senão... Senão a gente enlouquece.

13 comentários:

Renata disse...
9 de janeiro de 2012 17:07

É isso ai, penso assim também! Precisamos de um tempinho para nós :)

Beijão
e um otimo 2012!

Lavínia Costa Monteiro disse...
9 de janeiro de 2012 17:39

Moler... vc tem toda razão... Mas como??? Me diz como?? Se não consigo tempo pra namorar meu marido (veja aqui:http://laviniacostamonteiro.blogspot.com/2011/11/como-seu-padre.html, como vou ter tempinho pra academia e salão??? rs...rs...rs...
Brincadeirinha... a gente sempre dá um jeito, né!!!
Beijão...
Adorei o Blog!!!

"Maria Heloisa" disse...
9 de janeiro de 2012 17:47

No começo é complicado mesmo depois melhora um pouco pq agora que estou começando a ter tempo para mim Hehehe...
bjs ♥

Juliana disse...
9 de janeiro de 2012 21:41

Concordo, querida! Também acho que precisamos de um tempinho pra nós. Cuidados básicos com a nossa higiene, como tomar banho, vestir uma roupa limpa, cuidar da unhas, dos cabelos, acho fundamental!!
Não sou muito vaidosa... Sou meio descolada, mesmo!!! Odeio salão!
Mas, sempre reservo um tempinho para fazer o que me agrada: Ler! Nunca deixei de ler, nem quando Isabel tinha semanas de vida. É um dos meus maiores prazeres na vida e minha válvula de escape!!!
Bjos!
Juliana Almeida
www.blogdabebel.com.br

Carol Meoli disse...
10 de janeiro de 2012 07:23

Olá, vim retribuir a visita... e estou te seguindo, adorei seu blog, caso ainda não me siga, fique a vontade!!!
Bom, a vaidade depois da gravidez, querendo ou não ela muda. A minha mudou um pouco, mas por falta de tempo e também me ânimo, já que engordei muito na gravidez e ainda luto para voltar o peso de antes. Depois de uns 3 meses é que voltei na vaidade de antes.
Mas não podemos esquecer que mesmo virando mamãe, somos em 1º lugar mulheres... e temos que nos cuidar!!!

beijão

Débora disse...
10 de janeiro de 2012 07:44

Nossa, amiga, dou-te os parabéns ! Vc só engordou 6 kg na gravidez. Eu fui um desastre total e ainda descuidei um pouco depois que o Di nasceu, Resultado: agora estou pagando pelos excessos... Um grande abraço e uma ótima semana pra vc

Andréia Sales disse...
10 de janeiro de 2012 08:48

Obrigada por visitar meu cantinho.
quando os bebês nascem a vaidade fica de lado, mas aos poucos vamos retomando.
Bjks

Camí Espíndola disse...
10 de janeiro de 2012 16:26

Pois é, me peguei nesse dilema também: como será o pós-parto? Confesso que demorei quase 1 mês pra me adaptar à vida de mãe. Hoje estou beeeem mais magra do que antes e com a barriga um pouco mais flácida. As unhas que viviam coloridas, agora só recebem uma camada de base e olhe lá... Esse negócio de homeofficer tá acabando comigo! HAHAHAHAHHA

Beeeijos

Mamãe da Alice disse...
10 de janeiro de 2012 16:32

COnfesso Yah que estou sentindo saudade dessa força de vontade, desse amor proprio, desde que ganhei a Alice só vivo com coque no cabelo, de pijama o dia todo,é terrivel eu sei, mas estou tão desanimada.. espero que 2012 eu possa cuidar mais de mim também... e como ta a alergia da Alice?? ela está bem?? beeijos

Mamãezinha disse...
12 de janeiro de 2012 22:25

Oi Yasmim! Estou de volta e senti muita saudade daqui. Você colocou o dedo na ferida hein?! Eu fiquei 7 kg acima do peso anterior à gravidez, minha filha está com quase 3 anos e eu não perdi o excesso. Quem sabe esse ano eu consigo. Post motivador. Obrigada! Beijão para vocês duas!!!

Lily disse...
13 de janeiro de 2012 16:25

Yahhh, vc esta certissima!! Mas, precisamos ter muita forca de vontade, ne? A minha filha ja esta c 1 ano e eu ainda estou enrolando pra voltar a cuidar de mim. Usando tds essas desculpas q vc listou no post. Bjs!

Milena Lanne disse...
15 de janeiro de 2012 08:29

Oi Yasmim, prazer em receber o seu carinho la no blog. So pude vir retribuir a visita agora. Li varios dos seus textos e ja estou por aqui acompanhando voce. O nosso cuidado pessoal eh super importante, mas dificil nessa fase, espero neste ano tambem conseguir me priorizar um pouco mais. Beijos

Débora Nunes disse...
16 de janeiro de 2012 02:49

Yahhh sempre fui meuito vaidosa tb! Confesso que depois que ganhei a Clara dei uma relaxada... rs
As vezes deixo as unhas sem fazer, ou só tenho tempo de tomar banho a tarde enquanto ela dorme, pela manha uma higiene basica! rs
E quanto ao peso, engordei 18kg na minha gravidez, sempre fui magra tb, e sou muito encanada em peso, porem nunca consegui fazer dietas, sempre que precisa emagrecer partia para alguma atividade fisica mesmo... rs...
Pra minha felicidade voltei ao peso de quando engravidei, e sem dietas, sem enforços... kkkkkkkk... Pelo contrario, as vezes acho que como demais! hehe...
Mas sei qu e tive sorte nesse aspecto, pois muitas mulheres não conseguem perder nem 5kg que dira 18kg... rs

Beijos
Débora

Volver al inicio Volver arriba Mamãe no País das Maravilhas | Design e programação por Design Burguês | Mantido por Yasmin Scanarare.