6 meses e o fim da amamentação exclusiva!

Na última sexta feira Alice completou 6 meses. Um marco, meio ano. Foram 6 meses de muito amor, de muito carinho, de muita dedicação, muitas descobertas... E a partir de agora Alice iniciará uma nova fase... Durante esse tempo, Alice foi amamentada exclusivamente com leite materno e em livre demanda. Não foi fácil, foi cansativo, com alguns empecilhos, dificuldades, a alergia alimentar, encontrei pelo caminho falta de incentivo, muitas vezes, inclusive, pensei em desistir, em seguir outro caminho. Ainda bem que não o fiz, porque hoje eu posso comemorar: eu consegui! Durante esses 6 primeiros meses de vida, consegui oferecer para minha filha o melhor alimento que ela podia receber, e isso me realiza muito, como mãe e mulher.

Eu nunca pensei em não amamentar. Sempre quis e desejei muito, apesar de muito natural na minha cabeça, morria de medo de não conseguir. Durante toda a gravidez o colostro nem deu sinal e somado ao fato de ter feito uma cesárea sem entrar em trabalho de parto, o medo tomava conta de mim. Porque tantas vezes tinha lido sobre a demora do leite em descer, a falta de leite, a dor para amamentar, as fissuras...

Ainda na primeira hora de vida, Alice veio para o meu colo. A enfermeira disse que eu poderia tentar amamentar, mas que eu não me preocupasse se ainda não tivesse leite. Sem poder levantar a cabeça, lembro que encaixei-a em meus braços e conversando com ela expliquei o quanto eu desejava amamentá-la, que o meu leite era muito importante para o seu desenvolvimento, mas que eu não a pressionaria, que ela teria o tempo dela e que eu teria toda a paciência para que ela mamasse o tempo que quisesse. 

Ela estava tão quietinha, se aninhando em meus braços, quando ela pegou o meu mamilo e sugou. Sugou tão direitinho, parecia que tinha passado a vida toda fazendo aquilo. E eu chorei e agradeci muito por ela ter conseguido assim de primeira. E o mais incrível é que até então nenhuma gota de colostro tinha surgido, até o momento certinho, em que Alice mamou pela primeira vez.

Durante esses 6 meses, muita gente deu pitaco, tive muita gente dizendo que não precisava amamentá-la exclusivamente com o meu leite, muita gente achando frescura, a alergia dela... Confesso que amamentá-la em livre demanda foi cansativo... Algumas vezes cheguei a pensar que não precisava disso tudo, que eu não conseguia fazer outra coisa a não ser estar disponível pra ela...  Quando isso acontecia, eu só me colocava no lugar dela e pensava que 6 meses pra mim era pouco perto dos meus 21 anos de vida, mas que perto dos seus 2/3 meses, 6 meses fariam muita diferença, então eu respirava acabei conseguindo relaxar de vez...

Quando Alice completou 6 meses, fiquei ansiosa, por não amamentar exclusivamente, por ela conhecer outros sabores, por ter que oferecer outro tipo de alimento, e por ela não depender mais única e exclusivamente de mim. Uma pontinha de ciúmes, é verdade. Até que minha mãe me disse que ela ainda ia continuar dependo muito de mim, que essa é uma fase muito especial, que é maravilhoso ver nossos filhos se desenvolvendo e explorando as novidades. Foi quando do nada, seguindo meus instintos, depois de amamentá-la, ofereci uma banana, não amassada, mas um pedaço, pra que ela sentisse, cheirasse e tocasse.  Ela chupou/mordeu/sugou e adorou. E foi assim a sua introdução aos sólidos... Essa nossa nova fase!

Não foi nenhum bicho de 7 cabeças, mas também não foi nenhum mar de rosas. Consegui chegar aos 6 meses de amamentação exclusiva com a Alice e atribuo isso a alguns fatores:

1) Eu sempre tive a certeza de que amamentá-la era o melhor que eu poderia fazer por ela nos primeiros meses de sua vida.
2) O apoio da minha mãe e do pai dela, que sempre me disseram que tudo o que ela precisava era o meu peito: para alimentá-la, para nutrir emocionalmente, para acalmá-la...
3) Ignorar palpites de que tenho pouco leite, de que ela mama muito, de que fica muito no colo, de que vou estragá-la...
4) Ler muito e encontrar muita informação nos sites e grupos a favor da amamentação exclusiva.
5) Minha alimentação ser saudável e beber muita água.
6) Abdicar de muitas vontades e muitas necessidades para poder estar disponível e me dedicar a amamentar, mesmo cansada, com dor, triste, querendo sair, querendo dormir, querendo sair da dieta louca em que eu ainda me encontro...
7) Entender que em alguns dias, em alguns picos de desenvolvimento Alice precisava de mim quase que exclusivamente.

E é por isso que hoje eu comemoro. Confesso que fiquei com medo de fazer esse post e algumas pessoas me entenderem mal, de passar a impressão de que me acho a melhor, ou aquele papo de mais mãe. Mas aí parei para pensar e descobri que se eu não puder comemorar minhas vitórias, o que é importante para mim, no meu lugar, no meu espaço, aonde mais vou poder comemorar? Sei que algumas mães optam por não amamentar, ou não podem, e eu não as julgo, na verdade isso não interfere em nada na minha opinião sobre a pessoa, sei que todas nós somos guerreiras, batalhadoras e que fazemos o melhor que podemos para criar e cuidar de nossos pequenos... Mas eu jamais poderia deixar esse marco tão importante na minha vida e na da Alice passar em branco. Eu estou realmente com a sensação de missão cumprida, de realização... E muito, muito feliz, por ter o privilégio de me doar esses 6 meses quase que exclusivamente a Alice... E tenho certeza de que ela também!

18 comentários:

Dayane disse...
19 de janeiro de 2012 01:20

Parabéns Yasmin!! Precisa mesmo ser comemorado. Amamentar 6 meses exclusivamente nesse mundo apressado em que vivemos, sem apoio até mesmo de muitos pediatras, não é nada fácil. Que bom que você procura informoções e tem suas convivções pra seguir em frente. Parabéns mesmo!
Amamentar nos desgasta muito mesmo, mas depois que a gente tem preparar comida e fazer mandinga pro filho comer, a gente sente falta de simplesmente dar o peito.
Bos sorte com a nova fase!
Beijos

Futura mãmã disse...
19 de janeiro de 2012 04:38

Acho bem voce ter falado disso aqui...eu tanbem igual da pessoa que amamenta nao amamenta que consegue nao consegue...isso vai de pessoa para pessoa e do bebe tanbem...de um conjunto de coisas..ate por vezes do parto etc...
Eu falando de mim quero MUITOO mas mesmo MUITO amamentar...e tanbem tenho esse medo que voce sentiu de nao ter leite (apesar de ja ter colostro desde cedo) ou de nao conseguir...mas acredito que conseguirei nem que tenha que lutar e batalhar por isso....
Bjinho
E parabens pela amamentaçao exclusiva :D o melhor para eles e para nos como maes.

Tati... disse...
19 de janeiro de 2012 10:28

Flor....Amei o post....
Tds as minhas amigas (aki da minha cidade) que se encontram gravidas SEMPRE vem com o papo de q já sai o Tal colostro e blablabla....Eu confesso que se eu não estimular MUITO e massagear BASTANTE não sai nada....SEMPRE fiko apreesniva qnto a isso....Até minha médica falou sobre isso comigo e disse ser MUITO normal....Agora lendo seu relato CONFESSO que fikei ainda mais calma com relação a isso....
Obrigada pela FORÇA (que mesmo sem saber está me dando....hehe)
Bjão em vcs e PARABÉNS!!!!!

Glauh Pima disse...
19 de janeiro de 2012 10:34

Ai flor adorei teu post...E fico muito feliz que vc conseguiu chegar aos 6 meses com uma amamentação exclusiva...eu por ansiedade inicie os alimentos antes (e eu tbm tinha que voltar ao trabalho né) e acabou que com 7 meses ja nem tinha mas leite e fico muito triste por isso!
Parabéns por esta conquista!

Juliana disse...
19 de janeiro de 2012 11:15

Querida, que essa nova fase seja melhor ainda!!!
Sinceramente, só amamentei exclusivo até os 3 meses. E depois por mais 1. Ou seja, só amamentei por 4 meses!! E, não me arrependo. Foi a melhor coisa pra nós eu ter iniciado a mamadeira.
Pretendo fazer igualzinho na próxima!!
O mais importante é sempre o amor que nos une as nossas filhotas!!
E isso, vemos que você tem de sobra!!! Parabéns por ser essa mãezona!!
Bjos!
Juliana Almeida
www.blogdabebel.com.br

MS21 Produções disse...
19 de janeiro de 2012 19:13

Olá mamãe.
Quer ganhar um convite-gibi ou lembrancinha com o tema da festa do sua filha ?
Confira nossa promoção lá.
Obrigada pela atenção.

"Maria Heloisa" disse...
19 de janeiro de 2012 20:08

Parabéns, agora que venha as caretinhas fofas quando comer as papinha.
bjs ♥

Carina Ferreira disse...
20 de janeiro de 2012 09:23

Mais um ciclo que se fecha! Parabéns!! Eu fui ansiosa e introduzi as papinhas cedo. Mas entendi seu post perfeitamente. Compartilhe mesmo suas vitórias. Estaremos aqui para comemorar junto.
Bjs

Lily disse...
23 de janeiro de 2012 15:50

Nossa, parabens Yahhh!! Realmente vc tem q se sentir muito orgulhosa mesmo! Amamentar exclusivamente por 6 meses e em livre demanda nao é pra qq uma. Eu nao sei se conseguiria. Sorte da sua boneca! Bjs :)

Rafaela disse...
24 de janeiro de 2012 11:16

Boa sorte no seu retorno!

Bruna A. Rolemberg disse...
26 de janeiro de 2012 21:15

Sempre tem alguem pra dá pitacos né?
Vc fez o melhor pra sua filha e eu admiro isso.
Parabéns
Beijos

Mamãe do Enzo disse...
30 de janeiro de 2012 19:48

Parabéns !!! Realmente não é fácil mas é muito gostoso tmb ficar nesse contato com nossos babys pena que eles crescem neh hehehe bjos

http://maeefeliz.blogspot.com

geice disse...
31 de janeiro de 2012 02:01

oie te achei no blog das mães e pais blogueiros rs tô te seguindo adorei seu blog espero vc no meu ta xerinhuuuu http://geiceperes.blogspot.com/

Nath C Werner Soares disse...
31 de janeiro de 2012 17:32

oie....

O tempo voa neh.....

Mamãezinha disse...
4 de fevereiro de 2012 17:10

Meus parabens para a princesinha. Bom fim de semana, beijos e meu carinho.

Sylvia disse...
7 de fevereiro de 2012 09:38

Parabéns por ter conseguido!!! É uma luta diária mas tem muito valor!!!
Passa no blog que tem selinho para vc!!! Beijos mil

Débora Nunes disse...
9 de fevereiro de 2012 00:40

Yahhh parabens!!! Isso mesmo tem que comemorar sim, pois é uma vitória sua e o blog tb é seu, tem que escrever e falar sobre o que quer!

Eu não tive a mesma sorte, pra minha infelicidade a Clara largou o peito quando estava com quase 4 meses! Mas esses quase 4 meses de doação incondicional forma maravilhosos!

Beijos e sei que ando sumida mas se precisar é só gritar que apaeço... rs
Débora

Mamãe da Alice disse...
12 de fevereiro de 2012 00:09

Yasmin admiro muito sua força e vontade, e toda a sua dedicação com a Alice, tenha certeza que esses 6 meses de dedicação exclusiva,vai ser muito importante no futuro dela, eu tmb apesar de todos os desafios, de todos os pitacos muita gente dizendo que meu leite era fraco que a Alice não engordava e tal, eu tapei os ouvidos e segui em frente!
Olha essa fase da comidinha, aqui não foi muito facil não, espero de coração que a sua Alice se adapte bem e qq duvida conta comigo.. beijinhooos

Volver al inicio Volver arriba Mamãe no País das Maravilhas | Design e programação por Design Burguês | Mantido por Yasmin Scanarare.